Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará 2018

3.130

Atualizado em 20/8/2018  

São João de Fortaleza: BPTUR prende ladrões que praticavam assaltos e "arrastões" no entorno do Aterro da Praia de Iracema

hoje 6 005hoje 6 006

hoje 6 007hoje 6 008

hoje 6 009hoje 6 010

hoje 6 011hoje 6 015

Pelo menos, 10 pessoas foram presas em flagrante pela Polícia Militar entre a noite do domingo (5) e o começo da madrugada desta segunda-feira (7) quando praticavam assaltos e “arrastões” no entorno do Aterro da Praia de Iracema.

Os incidentes ocorreram durante e após o show das bandas de forró que encerraram o “São João de Fortaleza”, que contou  com a presença do governador do Estado, Camilo Santana (PT);  e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros).

Uma multidão calculada em cerca de 50 mil pessoas assistiu o show das bancas “Simone & Simária”, “Aviões do Forró” e “Forró Sacode” no palco principal montado na faixa de areia do Aterro. A Polícia Militar mobilizou efetivos de cinco batalhões para a segurança do evento. No entanto, a presença de várias gangues no local fez a PM agir com rigor.

Além do Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), foram também destacados para manter a segurança no Aterro e áreas próximas efetivos do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur), de Policiamento de Choque (BPChoque), de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e o próprio 8º BPM (Aldeota).

Assaltos e furtos

Segundo o comandante do Batalhão de Policiamento Turístico (BPtur), major PM Océlio Alves, os 10 acusados de praticar furtos e assaltos na área foram conduzidos ao plantão do 2º DP (Aldeota) e autuados em flagrante. No sábado, a PM deteve na mesma região um homem armado com uma pistola.

Entre os presos na operação da PM no Aterro foram identificados como Ryan de Lima Alves Costa, Fábio Marcos Lima de Sousa, Emerson de Almeida Menezes, Ricardo de Souza do Nascimento, Luís Felipe de Sousa, Gabriel Santos Estevam, Antônio José Vicente de Lima, Jardel Bernardo da Silva.

Segundo a Polícia, os bandidos aproveitaram o imenso número de pessoas no evento para praticar furtos e assaltos roubando, principalmente, telefones celulares, carteiras e outros objetos pessoais como cordões e relógios.