Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Pandemia da violência: cinco mulheres foram assassinadas no Ceará em apenas 4 dias de junho

Janielle Viviane55 Paramoti duplog

Janiele, Viviane e Ana Luísa foram assassinadas nesta primeira semana de junho

Após o registro de 40 mulheres assassinadas no Ceará no mês de maio, a violência de gênero continua a se espalhar pelo estado e nos primeiros quatro dias de junho, mais cinco mulheres foram mortas, sendo duas delas somente nas últimas 24 horas.

A sequência de crimes de homicídio e feminicídio neste início de junho, o último mês do primeiro semestre do ano, começou logo no dia 1º, segunda-feira, quando uma jovem de 25 anos foi assassinada, a tiros, na cidade de Lavras da Mangabeira (a 434Km de Fortaleza).

Janiele Sousa Rodrigues foi morta com três tiros dentro de sua residência, localizada no bairro Vila Bancária. De acordo com as primeiras investigações da Polícia, ela estava separada do companheiro há poucos dias e teria sofrido ameaças. Janiele era usuária de drogas. O caso é investigado sob suspeita de feminicídio.

No dia seguinte, terça-feira (2), uma mulher de 52 anos foi assassinada junto com o filho em sua residência. O duplo homicídio aconteceu no Distrito de Aroeiras, na zona rural do Município de Acaraú, no litoral Norte do estado (a 233Km de Fortaleza).

Ivanilde de Paula Alves Gomes foi executada com tiros de espingarda calibre 12 na cabeça e no rosto, ficando desfigurada. O filho, identificado por Antônio Benevenuto da Silva Filho, 23 anos, foi atingido com tiros na cabeça e nas costas, caindo morto ao lado da mãe dentro de casa.

Mais crimes

Na quarta-feira (3), Ana Luíza Gomes da Silva, 30 anos, foi violentada e morta a tiros juntamente com o marido, Francisco Tiago Santos Almeida, 30. O casal sofreu uma emboscada em uma estrada de acesso ao Distrito de Pajeú, na zona rural do Município de Paramoti (a 92Km de Fortaleza).

Tiago foi o primeiro a ser morto pelos criminosos. Na sequência, os assassinos seqüestraram a mulher, que foi encontrada morta noutra estrada. Estava semidespida e com parte do corpo queimada, além de tiros.

Em Fortaleza

Na quinta-feira (4), mais duas mulheres foram assassinadas. Os dois casos ocorreram em Fortaleza, no intervalo de pouco mais de quatro horas.

No bairro Sítio São João, no Grande Jangurussu, a ex-presidiária Ana Raquel Ribeiro Lima foi morta, a tiros, juntamente com o irmão, Paulo Anderson Ribeiro Lima.

No bairro Vila Velha, na zona oeste da Capital, bandidos assassinaram a tiros a jovem Viviane Gonçalves da Silva, 28.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar