Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Pandemia da bala no Ceará deixa mais sete mortos na Grande Fortaleza nas últimas 24 horas

Maranguape

Jovem Darlyane foi morta a tiros em Maranguape, na presença da mãe e do filho de apenas 3 anos

Pici

No bairro Planalto Pici, bandidos mataram, a tiros, o jovem Henrique Vieira Lopes, 18 anos

ìndio morto

No bairro Santo Antônio do Pitaguari, em Maracanaú, mataram o índio Basílio a pauladas 

Pacatuba - bandido morto

Em Munguba, Pacatuba, Aclésio de Jesus morreu numa troca de tiros com policiais militares 

Sete pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza nas últimas 24 horas. Entre as vítimas está uma jovem, morta a tiros, diante da família, na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana da Capital. Em Maracanaú, o corpo de um índio da tribo Pitaguari foi encontrado com sinais de espancamento. A maioria dos crimes teve características de execução sumária e com suspeitas de ligação com a guerra entre facções.

No bairro Pici, um jovem de 18 anos foi executado, a tiros, na tarde desta quinta-feira. De acordo com o relato de testemunhas à Polícia, dois homens numa motocicleta dispararam vários tiros contra a vítima. O rapaz morto foi identificado como Henrique Vieira Lopes, que não possuía antecedentes criminais.

No bairro Planalto Ayrton Senna, bandidos ocupantes de um veículo modelo Corsa, branco, mataram um jovem identificado como Clécio Teixeira da Silva. O crime aconteceu na noite de ontem. O rapaz estava na companhia da namorada quando foi surpreendido pelos criminosos e executado sumariamente.

No Município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, uma jovem de 23 anos foi assassinada a tiros na madrugada de ontem. O crime ocorreu no bairro Alto do João Grande. A jovem identificada apenas por Darlyane foi morta na presença da mãe e do filho, uma criança de apenas 3 anos de idade. Quatro bandidos armados invadiram a casa e praticaram o crime.

Mataram um índio

Em Maracanaú, o corpo de um índio de 31 anos foi encontrado também na madrugada de ontem com sinais de violência. O índio Israel Basílio Guedes, da tribo Pitaguari, foi encontrado na entrada da aldeia, no bairro Santo Antônio de Pitaguari. De acordo com a Perícia Forense, ele foi morto a pauladas. A mãe do indígena assassinado, a cacique Madalena, já havia sofrido um atentado a tiros em 2018.

No Distrito de Munguba, em Pacatuba, morreu um bandido numa troca de tiros com policiais militares da Força Tática (FT) na noite de ontem. Armado com uma pistola, ele disparou tiros contra os policiais, que reagiram. Ferido, ele foi socorrido para o hospital da cidade, mas não resistiu, sendo identificado como Aclésio da Silva de Jesus, 37 anos, dono de uma extensa ficha criminal por crimes como tráfico de drogas e roubo.

Ainda nesta quinta-feira, a Polícia registrou outros casos de homicídios nos bairros Mondubim e Bom Jardim, na zona sul da Capital.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar