Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

2.157 em 19/06/2020

Comando da PM esclarece que soldado envolvido em assassinato em Maracanaú não pertence ao Raio

Maracanaú

O crime aconteceu em um bar, no bairro Alto da Mangueira, na noite de quarta-feira (22)

O Comando Geral da Polícia Militar do Ceará, através da sua Assessoria de Comunicação Social (Ascom), esclareceu,nesta quarta-feira (23), que o policial militar preso, em flagrante, após ter praticado um crime de assassinato, na noite da última quarta-feira (22), em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), pertence ao efetivo da 2ª Companhia do 24º Batalhão da Corporação (2ªCia/24º BPM), em Pacatuba, e não ao Comando de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), como foi divulgado pelo blog.

O militar, identificado como soldado Elberson, foi autuado em flagrante após ter praticado um assassinato dentro de um bar localizado na Rua 11 do bairro Alto da Mangueira, em Maracanaú, na noite da última quarta-feira. A vítima do crime foi identificada como Daniel Holanda Rocha Sales, 33 anos, que era ex-presidiário e usava tornozeleira eletrônica.

De acordo com o relato das testemunhas, os dois homens bebiam em uma mesa do bar, quando houve um desentendimento gerando uma briga. Em meio ao incidente, o soldado sacou uma pistola e atirou várias vezes contra Daniel, que teve morte instantânea. Daniel seria filho de outro policial militar (sargento).

O soldado Elberson também ficou ferido no incidente, sofrendo um tiro em uma das pernas. Após ser medicado, foi autuado em flagrante por assassinato. Agora, está preso à disposição da Justiça. O caso deverá ser apurado pela Polícia Civil e também pela Controladoria Geral dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (CGD).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar