Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

1.986 em 5/06/2020

Selvageria no Ceará tem mais um capítulo: "novinha" é morta a tiros e o corpo arrastado na rua

Selvageria 46

A Folha de São Paulo denunciou para o Brasil a matança de meninas e adolescentes no Ceará 

Trilhos

O corpo da garota foi encontrado na noite de ontem próximo à estação do Conjunto Ceará 

Estatura mediana, cabelos cacheados, franzina e morena. Esta é a descrição de mais uma “novinha” assassinada no Ceará nas últimas 24 horas. A matança de garotas, crianças e adolescentes, continua a desafiar as autoridades da Segurança Pública e o próprio governo do estado, fato classificado pelo jornal Folha de São Paulo recentemente, em seu editorial, como “Selvageria no Ceará”.

O caso mais recente aconteceu na noite desta sexta-feira (24), quando moradores do Conjunto Ceará, na periferia sul da Capital, bem perto do limite de Fortaleza com o Distrito de Jurema, em Caucaia, ouviram uma sequência de estampidos.

Eram aproximadamente 21 horas e, naquele momento, mais uma adolescente – ainda não identificada – estava sendo executada por membros de uma facção criminosa que domina a área. Cessado os tiros, os moradores logo se depararam com o corpo da menina.

Após o assassinato, os criminosos saíram arrastando o cadáver rua abaixo e o deixaram sobre os trilhos da linha férrea próximo à estação do Metrô. Acabara de acontecer ali mais um capítulo da “Selvageria no Ceará, como denominou o jornal paulista.

Policiais militares e equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local, mas não conseguiram identificar os assassinos. O corpo da garota foi levado para a sede da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e lá permanecerá até que seja reconhecido e oficialmente identificado pela família.

A selvageria no Ceará prossegue sem trégua.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar