Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

1.979 em 4/06/2020

Gaeco deflagra mais uma megaoperação de combate às facções criminosas que atuam na Grande Fortaleza

GDE

Nos muros em vários bairros da Capital ainda é possível observar pinturas em alusão às facções 

Saratoga

Os agentes do Gaeco receberam a missão de cumprir várias ordens de prisão e de buscas 

Agentes do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), deflagraram na manhã desta terça-feira (21) mais uma ofensiva contra as facções criminosas que atuam no estado. De acordo com o MP, estão sendo cumpridos 10 mandados de prisão preventiva e outros 10 de busca e apreensão contra membros de um grupo criminoso com atuação na Região Metropolitana de Fortaleza.

Trata-se da “Operação Saratoga G3”, que conta com o apoio da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), do Departamento Técnico Operacional (DTO) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE); e da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária (Coint/SAP).

Os mandados judiciais foram deferidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas da Comarca de Fortaleza e estão sendo cumpridos nos municípios de Fortaleza (cinco de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão), Maracanaú (um de prisão preventiva e um de busca e apreensão), Barreira (um de prisão preventiva e um de busca e apreensão), bem como três de prisão preventiva e três de busca e apreensão no Sistema Penitenciário Estadual. A Vara de Delitos de Organização Criminosa também deferiu outros quatro mandados de prisão preventiva, que permanecerão em aberto em face da não localização dos acusados.

Tráfico e mortes

A investigação realizada pelos membros do Gaeco teve como ponto de partida o tráfico ilícito de entorpecentes e crimes correlatos praticados na Região Metropolitana de Fortaleza por facções criminosas.

Com o aprofundamento dos trabalhos, a investigação do MPCE detectou que o grupo criminoso organizado sob investigação além de atuar em crimes relacionados ao tráfico de drogas, estava envolvido em outros crimes graves, com a participação de uma vasta gama de parceiros criminosos. Esta Operação é um desdobramento da Operação Saratoga, deflagrada pelo MPCE em 14 de dezembro de 2017.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar