Levando a sério o jornalismo 24 horas por dia.

Homicidômetro - Assassinatos no Ceará em 2020

1.898 em 28/05/2020

Primeiro dia de julho registrou 11 assassinatos na RMF

Depois do balanço da criminalidade no mês de junho na Grande Fortaleza, que resultou na morte de, pelo menos, 258 pessoas, o mês de julho começou também de forma violenta na RMF. Entre zero hora de terça-feira (1º) e o começo da madrugada desta quarta-feira (2), nada menos, que 11 pessoas foram assassinadas na Capital e nos Municípios da Metropolitana. Foram sete assassinatos em Fortaleza, dois em Caucaia, um em Pacajus e outro no Eusébio.
O primeiro crime ocorreu por volta de 0h40, na Rua José Setúbal de Sousa, no bairro Cais do Porto, na zona Leste de Fortaleza, quando um jovem, ainda não identificado, foi morto a tiros. Cerca de seis horas depois, um duplo homicídio em Caucaia, quando os corpos de Willison Dener Mota da Silva e de outro homem sem identificação foram encontrados com marcas de violência.

Às 14h55, Lorena Hellen Rodrigues de Sousa foi assassinada, a tiros, na Rua Geraldo Barbosa, no bairro Bom Jardim, no 'Território da Paz'. Às 16h10, foi a vez de Álisson de Sousa Lima ser assassinado, com vários balaços, na Rua Joaquim Lima, no bairro Papicu. À noite, foram registrados mais cinco homicídios, mobilizando equipes da PM e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para os locais dos crimes. Às 18h40, Leonardo Cabral de Lima foi assassinado na Rua do Cruzeiro, no Município do Eusébio. Depois, às 19 horas, na Rua Francisco Marques Pereira, localidade de Pedra Branca, em Pacajus (49Km de Fortalerza), Romário Henrique dos Santos tombou sem vida, baleado.

A sequência de crimes continuou e, às 19h30, Francisco Elmo Lima Cunha foi morto, a tiros, na Rua Piauí, no bairro Pici. Depois, às 22h25, a Perícia Forense do Estado (Pefoce) recolheu na Rua Heribaldo Costa, no bairro João XXIII, o corpo de Alberto Rodrigues da Silva, também executado à bala. No fim da noite, às 23h30, ocorreu mais um crime de morte. Foi na Avenida D do Conjunto Prefeito José Walter, tendo como vítima, Francisco Emerson Oliveira de Souza, atingido por vários tiros.

Mulher assassinada

E no começo da madrugada desta quarta-feira (2), o corpo de uma mulher foi encontrado em um canteiro de obras localizado no cruzamento da Rua Padre Cícero com a Avenida José Bastos, no Benfica. A Perícia comprovou que a vítima - identificada apenas por Carliane - foi morta com vários golpes de faca. Em um dos bolsos do short que a mulher vestia a Perícia encontrou um cachimbo usado para fumar pedras de crack. O delegado de plantão da DHPP. Cleófilo Melo, esteve à frente das investigações no local e três suspeitos foram detidos nas proximidades, sendo encaminhados ao 3º DP (Otávio Bonfim) para ser ouvidos.

Confronto de gangues

Já na manhã de hoje, um tiroteio envolvendo integrantes de duas gangues, terminou em morte no bairro Vila Velha IV, na zona Oeste. Um ex-presidiário, identificado como João Lucas da Silva, 20 anos, foi morto. Outro rapaz ficou ferido gravemente. Segundo a Polícia, o conflito envolve  as gangues V3 e Gafanhotos. O homem assassinado havia saído do presídio há apenas três meses.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar